Um Coração Voluntário

Um Coração Voluntário

1ª Aula - 02/09/2018 - Neemias – Um Coração Voluntário - Neemias 2:5

Encontro com Professores

Um momento na programação da Rádio Maanaim, dedicado especialmente para as professoras de classes tirarem suas dúvidas e enriquecerem as aulas da Escola Dominical, além do trabalho de evangelização das nossas crianças, intermediários e adolescentes.

Toda segunda-feira às 15h20, com reprise aos sábados às 11h20 da manhã, horário de Brasília.

Fonte: http://www.radiomaanaim.com.br


 

Todas as Classes

Tema: O Trabalho na Obra de Deus

1ª Aula: Neemias - Um Coração Voluntário

E disse ao rei: Se é do agrado do rei, e se o teu servo é aceito em tua presença, peço-te que me envies a Judá, à cidade dos sepulcros de meus pais, para que eu a edifique.” Ne 2:5

O objetivo desta aula é levar as classes a terem um coração voluntário na realização da Obra de Deus.

Introdução

O tema do estudo deste mês é “O trabalho na Obra de Deus”. Mas o que é uma obra? Por exemplo: se uma casa está em reforma ou sendo construída, dizemos que ali está sendo realizada uma obra. A obra é uma construção diária. Não pode parar até tudo ficar pronto.

A Obra de Deus é assim. O Espírito Santo trabalha no nosso coração, e a cada dia vamos crescendo na presença do Senhor. Através do nosso testemunho outras vidas são salvas. E o nosso Deus conta com cada um de nós para trabalharmos e realizarmos a Sua obra. Na aula de hoje iremos aprender sobre Neemias, um servo do Senhor que tinha um coração voluntário para realizar a Obra de Deus.

Desenvolvimento

O livro de Neemias nos fala do período da história de Israel, quando a cidade de Jerusalém foi destruída, e os nobres do povo foi levados cativo (escravos) para outro país. Neemias era um dos que tinham  sido  levados para Susã, capital da Pérsia. Ali, ele foi morar no palácio e trabalhava como copeiro do rei Artaxerxes. Todos os dias, Neemias servia a bebida do rei, por isso, sempre estava ao seu lado.

Aos nossos olhos, a vida de Neemias era tranquila e sossegada, pois ele morava no palácio e tinha um cargo (trabalho) importante, que era de muita confiança do rei. Mas sua mente e seu coração estavam voltados para Jerusalém, lugar onde estava o templo de Deus. Ele não se esquecia do seu povo e da sua cidade.

Certo dia, Hanani, um dos irmãos de Neemias, e mais alguns dos moradores de Judá, vieram visitá-lo. Neemias quis saber como estava o seu povo e a cidade de Jerusalém: “...e perguntei- lhes pelos judeus que escaparam e que restaram do cativeiro e acerca de Jerusalém.” Ne 1:2b

Mas as notícias não foram boas. O povo estava precisando de ajuda, pois estava vivendo em grande pobreza e a cidade estava desprotegida, com seus muros e portas destruídos.

Como vocês acham que Neemias ficou ao saber desta notícia? Neemias se entristeceu muito e chorou por  alguns  dias. Mas  ele  não  ficou só  lamentando,  pois,  sua confiança  estava  no Senhor. Ele sabia o que fazer. Neemias foi orar e jejuar para que o Senhor tivesse misericórdia do seu povo e da sua cidade. A Bíblia nos conta que ele orou de dia e de noite. (Ne 1:4-11)

Por que Neemias ficou tão triste ao saber que os muros e portas estavam destruídos? Porque naquela época os muros eram a proteção das cidades contra os inimigos. Em tempos de guerra, as portas eram fechadas, para que nenhum inimigo entrasse na cidade.

Uma cidade sem muros era uma cidade sem segurança. O povo era saqueado, a comida roubada, as casas destruídas, e a consequência disso, é que iam se enfraquecendo cada vez mais. E no caso de Jerusalém, Neemias temeu muito mais, pois o templo, o lugar de adoração ao Senhor, que havia sido reconstruído no tempo de Esdras, estava novamente ameaçado.

O rei Artaxerxes conhecia bem Neemias, e ele logo percebeu que havia algo errado. Então perguntou: “Neemias, o que está acontecendo? Estou vendo que você está muito triste!”.

Então, Neemias contou como estava sua cidade e seu povo. Sabem o que o rei respondeu?

“Pode me pedir o que você quiser! O que você está precisando?”.

Glórias a Deus! Naquele momento, Neemias entendeu que era hora de começar a realizar a obra. Ele orou pedindo autoridade a Deus e com fé, disse ao rei: “Se é do agrado do rei, e se o teu servo é aceito em tua presença, peço-te que me envies a Judá, à cidade dos sepulcros de meus pais, para que eu a edifique.” Ne 2:5b

Neemias  não  teve  medo  de  falar  diante  do  rei.  Será  que  o  medo  ou  timidez  tem  nos atrapalhado a realizar a Obra de Deus? Assim como Neemias orou, vamos pedir ajuda ao Senhor. Se Ele nos chamou para realizarmos a Sua Obra, Ele é poderoso para nos capacitar e nos abençoar. Deus quer nos usar na evangelização, na salvação de muitas vidas.

Neemias não empurrou o trabalho para outra pessoa, não teve preguiça, mas teve um coração voluntário! Vocês sabem o que é ser voluntário? É aquele que faz as coisas por vontade própria, sem ser obrigado. Deus se agrada daqueles que realizam Sua Obra dessa forma.

O Senhor ouviu a oração de Neemias e o rei permitiu que ele fosse para Jerusalém, e lhe deu tudo que precisava para reconstruir os muros e as portas da cidade. Que benção!

Hoje também temos uma grande Obra a realizar. Mas nós não realizamos esta Obra com nossos recursos, nossa inteligência, ou nossa força, mas pelo Espírito Santo. Deus nos capacita a realizarmos a Sua Obra através do Seu Espírito Santo (Zc 4:6). Quando a criança glorifica, quando o intermediário evangeliza, quando o adolescente é fiel em seu testemunho, o Espírito Santo opera. Há salvação, cura, libertação para todos aqueles que estão necessitados e aflitos.

Vamos buscar a cada dia ter um coração sensível como o de Neemias. Quantas pessoas da nossa família, vizinhos, colegas, estão sem salvação, tristes, precisando de uma bênção? Nós vamos ficar parados? Não! Vamos fazer como Neemias, que orou, jejuou e se esforçou para ajudar aqueles a quem ele amava.

Conclusão

Hoje, aprendemos com Neemias a colocar as coisas do Senhor em primeiro lugar, a ter um coração voluntário para realizar a Obra de Deus. Não vamos fazer como muitos, que estão deixando as coisas do Senhor em segundo lugar. Quando realizamos a Obra de Deus, o Senhor trabalha em nosso favor, cuidando do nosso pai, da nossa mãe, nos dando vitórias na escola, livramentos de acidentes, de doenças...

O Espírito Santo quer nos usar com poder, por isso vamos dizer todos os dias: “Eis-me aqui

Senhor, eu entrego a minha vida para o trabalho da Sua Obra.” Aleluia!

 

Louvores Sugeridos: Quero ser santo (165); Dá-me um coração humilde e reto (164).

Pergunta para Crianças e Intermediários: Qual o nome do servo que teve um coração voluntário para realizar uma grande Obra, que foi a reconstrução dos muros e portas de Jerusalém? Resposta: Neemias. “E disse ao rei: Se é do agrado do rei, e se o teu servo é aceito em tua presença, peço-te que me envies a Judá, à cidade dos sepulcros de meus pais, para que eu a edifique.” Ne 2:5

Pergunta para Adolescentes: O que Neemias pediu ao rei ao saber que seu povo estava em grande miséria, e o muro e as portas de Jerusalém estavam destruídos? Resposta: Se é do agrado do rei, e se o teu servo é aceito em tua presença, peço-te que me envies a Judá, à cidade dos sepulcros de meus pais, para que eu a reedifique.” Ne 2:5b

 

O material desta aula está disponível no site: http://sites.institutoicm.org.br/cias

Acesse no Facebook do trabalho: http://www.facebook.com/ciasmaranata

Assista o programa “Encontro com Professores”:  http://www.radiomaanaim.com.br

 

Para acessar os demais materiais dessa aula baixe o App Bendita Palavra 

Clique aqui Baixe o App Bendita Palavra

Atenção: App em fase de testes e ajustes. Instale o nosso app e nos envie sugestões para ajustes...