Os Valentes de Davi

Os Valentes de Davi

5ª Aula - 30/09/2018 - Os Valentes de Davi - I Crônicas 11:10

Todas as Classes

Tema: O Trabalho na Obra de Deus

5ª Aula: Os Valentes de Davi

 

E estes foram os chefes dos poderosos que Davi tinha, e que o apoiaram fortemente no seu reino, com todo o Israel, para o fazerem rei, conforme a palavra do Senhor, no tocante a Israel.” I Cr 11:10

O objetivo desta aula é levar as classes a serem servos valentes na Obra de Deus.

Introdução

No decorrer deste mês temos aprendido como é importante para nós o trabalho na Obra de Deus. Aprendemos que o Senhor se agrada daquele que tem um coração voluntário, disposto em realizar a Sua Obra. Nesta aula, o Senhor quer nos despertar para que sejamos servos valentes no trabalho da Sua Obra, como foram os valentes de Davi.

Desenvolvimento

Davi foi o segundo rei de Israel. Ele assumiu o trono com trinta anos e governou por quarenta anos. Antes mesmo de começar a reinar, já tinha um exército formado por homens que se ajuntaram  voluntariamente  a  ele  para  lutarem,  defendê-lo  e  protegê-lo  (I  Cr  11:10). Eles sabiam que Deus havia escolhido Davi para ser rei em Israel e zelaram para que isso se cumprisse.

Quando Davi se tornou rei, alguns deles se tornaram chefes do seu exército. Dentre eles, trinta e sete homens se destacaram (II Sm 23:8-39). Eles foram chamados de “valentes de Davi”. Valente é o que não tem medo, é forte, corajoso.

A primeira grande batalha de Davi como rei, foi a sua vitória mais importante: a conquista de Jerusalém, cidade que Deus escolheu para adoração do Seu nome (II Sm 5:6-7). Naquela época eram os jebuseus que habitavam ali, um povo idólatra, que se achava invencível nas batalhas.

Quando Davi estava para entrar na cidade, os jebuseus mandaram um recado para ele: “Não entrarás  aqui”  (II Sm 5:6-12). Mas Davi e seus valentes não temeram.  Eles  conquistaram Jerusalém, cumprindo a promessa de Deus: “Porém escolhi a Jerusalém para que ali estivesse o meu nome; e escolhi a Davi, para que estivesse sobre o meu povo Israel.” II Cr 6:6

Davi tipifica o Senhor Jesus, o Rei dos reis, que reina sobre nós. Nós somos o Seu exército, e em breve vamos conquistar a nossa maior vitória: estar com nosso Rei na Jerusalém celestial. Mas para isto, precisamos ser como os valentes de Davi.

Qual era o segredo daqueles valentes? O segredo era a obediência e a fidelidade ao rei. Da mesma forma, o segredo para sermos valentes na Obra de Deus é sermos obedientes e fiéis ao nosso Rei Jesus, sempre nos esforçando em realizar os trabalhos da Casa do Senhor. Ser valente é amar a Jesus mais que tudo nessa vida.

Aqueles valentes eram habilidosos no uso das armas (I Cr 12:1-8). Eles usavam seus arcos e lançavam flechas em longas distâncias. A flecha é a oração, que vai aonde nós não podemos ir. Se passamos por lutas na escola, brigas dentro dos lares, vamos orar com fé (escudo), pois o segredo da vitória é uma vida de fé e oração.

Os valentes de Davi tinham pés ligeiros (I Cr 12:8), e nós, como eles, precisamos nos apressar em pregar as boas novas do evangelho para os necessitados. Ainda há muitas vidas a salvar.

Davi enfrentou muitos outros povos inimigos. Um deles eram os filisteus. Eles tinham um exército  poderoso,  que  sempre  atacava  o  povo  de  Israel,  tirando-lhes  todo  o  alimento  e riqueza. Assim, o povo ficava fraco e pobre. Alguns de seus soldados eram gigantes, medindo quase três metros de altura. Vocês se lembram do gigante Golias? Ele era do exército filisteu. Davi e seus valentes expulsaram para sempre os filisteus da terra de Israel. Que grande vitória!

Certa vez, em uma das batalhas contra os filisteus, Eleazar, um dos valentes de Davi, feriu tantos soldados, que a espada ficou agarrada à sua mão. Ele sabia manejar bem a espada. Naquele dia, o Senhor operou um grande livramento através de Eleazar, e o povo voltou para pegar o despojo, que era as riquezas alcançadas com a vitória na guerra. (II Sm 23:9-10)

Vocês viram? Através da atitude de um valente, todo o povo foi abençoado. Eleazar sabia usar bem a espada. A espada é a Palavra de Deus. Se manejamos (conhecer e praticar) bem a Palavra de Deus, nós vencemos os inimigos que se levantam contra nós. Os filisteus representam os gigantes que se levantam, que nós achamos que não vamos vencer.

Muitas vezes esse gigante está na nossa escola, pois ali são poucos os que servem ao Senhor. Nos sentimos pequenos diante de tantos que nos incentivam a fazer coisas erradas, tentando tirar de nós a salvação em Jesus. Mas, como o valente Eleazar, nós vamos manejar bem a Palavra de Deus, nos lembrando dos ensinos que temos recebido, e assim, vamos nos desviar de todo caminho mal. E através do nosso testemunho, muitas vidas serão salvas.

Em outra batalha, os filisteus atacaram um campo de lentilhas (grão semelhante ao feijão), e todo o povo fugiu. Mas Samá, um dos valentes de Davi, não temeu. Ele se pôs no meio daquele campo e o defendeu, ferindo os filisteus. Naquele dia, o Senhor deu ao seu povo um grande livramento. Samá lutou por algo valioso: o alimento. (II Sm 23:11-12)

O servo valente desta obra, luta pelo alimento espiritual na sua vida. Ele quer entoar louvores que alimenta a alma, ele quer aprender mais da Palavra de Deus, e assim, é fortalecido a cada dia. Mas se algo vem para tirar essa bênção da sua vida, ele não aceita, e como Samá, expulsa os inimigos, pois quer o alimento que lhe traz vida eterna, que alimenta a sua alma.

Conclusão

Assim como os valentes foram tão importantes no exército de Davi, nós também temos o nosso valor na Obra do Senhor.

O Senhor nos chama para trabalharmos na Sua Obra com um coração voluntário, com alegria. Ele deseja ver servos que não se cansam de mostrar a todos que Jesus reina sobre eles, que Jesus é o único Salvador das suas vidas. Mas para isso, precisamos ser servos obedientes. Esse era o segredo dos valentes de Davi: obediência e fidelidade ao rei. Eles lutaram todos os dias das suas vidas para que a palavra de Deus se cumprisse no meio do povo de Deus.

Deus não quer servos preguiçosos, acomodados, por isso, vamos dizer em alta voz: “Eu quero

sempre ser um valente nesta Obra!”.

Louvores Sugeridos: Nesta batalha (123); Dá-me um coração humilde e reto (164).

Pergunta para Crianças: Com qual arma Eleazar, um dos valentes de Davi, lutou contra os filisteus? Resposta: Com a espada, que é a Palavra de Deus. “Este se levantou, e feriu os filisteus, até lhe cansar a mão e ficar a mão pegada à espada; e naquele dia o Senhor efetuou um grande livramento; e o povo voltou junto dele, somente a tomar o despojo.” II Sm 23:10

Pergunta para Adolescentes: O que Samá, um dos valentes de Davi, fez, quando os filisteus invadiram um campo de lentilhas? Resposta: Ele defendeu aquele campo, expulsando os filisteus, e o Senhor deu um grande livramento. “Este, pois, se pôs no meio daquele pedaço de terra, e o defendeu, e feriu os filisteus; e o Senhor efetuou um grande livramento.” II Sm 23:12

 

O material desta aula está disponível no site: http://sites.institutoicm.org.br/cias

Acesse no Facebook do trabalho: http://www.facebook.com/ciasmaranata

Assista o programa “Encontro com Professores”:  http://www.radiomaanaim.com.br

 

 

Para acessar os demais materiais dessa aula baixe o App Bendita Palavra 

Clique aqui Baixe o App Bendita Palavra

Atenção: App em fase de testes e ajustes. Instale o nosso app e nos envie sugestões para ajustes...