JESUS - O JUSTO JUIZ

JESUS - O JUSTO JUIZ

 

Texto: II Timóteo 4:8  ("Desde agora, a coroa da justiça me está guardada, a qual o Senhor, justo juiz me dará naquele dia; e não somente a mim, mas também a todos os que amarem a sua vinda.")

Tema: O justo juiz

 

Introdução:

 

Toda a humanidade passará pelo juízo. Muitos sabem e é até normal quando acontece algum problema, catástrofe, as pessoas naturalmente ligam os sinais a um juízo de Deus ou o inicio do fim dos tempos. A bíblia diz que haverá um julgamento. E nesse julgamento haverá um juiz que irá julgar o homem. E o Senhor Jesus será este juiz.

 

A Igreja do Senhor tem se preparado para este momento, pois sabe que o Senhor julgará a todos, e julgará com retidão.

 

Desenvolvimento: Paulo exerceu seu ministério como resultado de um chamado de Deus para a sua vida. A Obra que Deus havia confiado à Paulo foi realizada. E Paulo agora se prepara para o encontro com o Senhor.

 

Desde agora -  Paulo estava depositando diante de Deus toda a sua necessidade. Paulo foi usado nas mãos do Senhor e estava prestes a ser colhido pelo Senhor. A certeza que Paulo expressa (desde agora) era resultado de sua fé (“eu sei em quem tenho crido” ... )

 

A coroa da justiça está guardada - a recompensa de uma vida de entrega, na revelação. Deus tem preparado a salvação para que o homem não seja condenado à morte e tenha acesso à Eternidade. Ela está reservada (guardada) para aqueles que o amam.

 

O justo juiz - Jesus não é somente o juiz. Ele é o justo juiz, porque ele não segundo os homens, mas segunda a reta justiça de Deus. Jesus é aquele que primeiro oferece ao homem a oportunidade de justificação ( a redenção que há em Cristo Jesus) para depois julgar.

 

Conclusão:

 

Paulo teve esta experiência. Ele conhecia o justo juiz. Ele sabia que estava livre do juízo, da condenação porque nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus, no corpo, na revelação.